O cinemão argentino, a miss orelhuda e um exemplo

Eu revi “O Segredo dos Seus Olhos”. Ah, revi sim! Com calma, mais tranquilo que na primeira vez. É preciso aplaudir o cinema argentino! Ricardo Darín é nível internacional de atuação, e que elenco. O roteiro deve ser exemplo para o que se faz no Brasil, não é escravo da linguagem televisiva como os nossos filmes. É um primor, cheio de pistas e tiradas deliciosas.

“Não quero deixar passar tudo de novo. Como pode ser? Como é possível que não fiz nada? Há vinte e cinco anos que me pergunto e há vinte e cinco anos que respondo a mim mesmo: foi outra vida, já passou. Não pergunte, não pense. Não foi outra vida, foi esta. É esta. Agora que entendi tudo, como se faz para viver uma vida vazia? Como se faz para viver uma vida cheia de nada?”

El Segredo de tus Ojos – Orcar 2010 de Melhor Filme Estrangeiro
Argentina, 2009
Juan José Campanella


O Oscar da Bulock

Também revi “Um sonho possível” com a orelhuda da miss simpatia. Só digo uma coisa: Sandra Bulock sempre foi uma piada mesmo, esse Oscar que ela ganhou também é!

Exemplo?

2010,  aumentaram de 5 para 10 os indicados a melhor filme, tudo para ter mais popularidade. E quem ganha o prêmio? O Oscar para ‘The Hurt Locker’ foi uma uma contradição. Quando um é escolhido, pressupõe-se  que ele é o melhor, portanto, é um exemplo a ser seguido.  Se a própria indústria diz que o melhor filme é aquele que, mesmo com muitas qualidades, é um fracasso de bilheteria, qual o caminho a seguir?

O que seria do cinema se todos os filmes lançados tivessem o desempenho de ‘The Hurt Locker’? Falência, mais salas fechadas e desemprego na área. E nem Oscar não teria mais.  Avatar chegou e bateu o recorde de popularidade no mundo todo. Novas prespectivas! Gente, quem vai lembrar de ‘The Hurt Locker’ em anos? Ninguém! Porque não o assistiram. E ‘Avatar’? Vamos lembrar pra sempre! No futuro (presente, não fosse AVATAR), as pessoas não irão ao cinema se não for para ver algo simplesmente GRANDE. Porque a tecnologia não compensará. Tudo está em casa, no sofá confortável.

Anúncios