De todas as cantoras pop da atualidade, alguma se apropriaria tão bem do papel da deusa grega do amor quanto Kylie Minogue? Pensei nisso logo que soube o título do novo trabalho da australiana : Aphrodite. Mas agora é confirmado. Saiu o clipe do primeiro single, All The Lovers, e o que temos é um espetáculo sensual em plena avenida, onde a deusa é inspiração para amantes de todos os tipos. Exuberante e irretocável! Assim como a faixa, a voz, o corpo e o rosto da cantora. Se Kylie ainda precisa provar algo para alguém, acho que essa é a cartada final. Simplesmente porque ela apresenta um padrão totalmente diferente da linha que segue o pop atual, ou do que já foi feito pela leva dos anos 90 e 00. Não que seja uma novidade pessoas se esfregando, caras e bocas e estímulos provocantes – já vimos Madonna fazer isso muitas vezes, é verdade! -, mas o melhor é o resultado, as referências, o capricho. O clipe tem unidade, uma fotografia limpa e iluminada. Olhar de Joseph Kahn, o mesmo que fez “Womanizer” e “Toxic” de Britney Spears, entre outros. O lançamento oficial do single está previsto para o dia 28 de junho, e eu espero que bombe muito. Sempre digo, Kylie é outro patamar.
Anúncios